Descubra como manter seus colaboradores motivados e engajados com a sua marca

Os colaboradores são os principais responsáveis pelo sucesso da sua empresa. Sem uma equipe comprometida com resultados, as empresas não conseguem a produção necessária, acompanhar as demandas do mercado e, consequentemente, aumentar a lucratividade.

De acordo com pesquisas na área, há um aumento de 3 pontos nas margens de lucro em empreendimentos que possuem um bom engajamento dos funcionários. 

Por isso, cada vez mais as companhias passam a investir em capital humano e no bem-estar dos colaboradores.

Afinal de contas, trabalhadores mais engajados falam melhor da empresa para outras pessoas, ficam na organização por mais tempo (reduzindo o turnover) e, como consequência, conseguem aumentar as vendas.

Por exemplo, imagine que uma loja de móveis planejados tenha um bom planejamento de comunicação interna, faça o treinamento periódico com seus colaboradores e promova a qualidade de vida dentro e fora do ambiente de trabalho.

É bem provável que os vendedores terão ótimos argumentos para convencer os clientes, pois os próprios funcionários se sentem motivados de trabalhar na empresa e compreendem as vantagens da marca.

Ou seja, é uma estratégia de dentro para fora. Por causa disso, que os empregados que se sentem bem no ambiente de trabalho produzem mais e ajudam no avanço da companhia. 

Nesse sentido, é um ciclo virtuoso e as empresas precisam focar nos trabalhadores, além dos clientes.

Mas como manter seus colaboradores motivados e engajados com a sua marca? No artigo de hoje, vamos mostrar algumas dicas. Confira!

O que são funcionários engajados?

Em primeiro lugar, é preciso entender que os funcionários engajados não são apenas aqueles que se sentem bem na empresa. 

O conceito vai além disso, para identificar uma pessoa proativa, esforçada, com objetivo de sempre oferecer o melhor e ajudar no crescimento da companhia.

Em termos práticos, são os colaboradores que realmente “vestem a camisa” do empreendimento. Por exemplo, em um negócio de locação de andaimes, são os trabalhadores comprometidos e que gostam daquilo que fazem.

Segundo o especialista em organizações, Stephen Harding, o engajamento pode ser definido como:

  • O profissional entende e aceita os objetivos da empresa;
  • O colaborador sente o orgulho da organização;
  • O funcionário gosta do seu trabalho;
  • O trabalhador acredita e se sente bem em trabalhar.

Resumidamente, o engajamento consiste em pensar, sentir e agir – e qualquer empresa pode aplicar a estratégia, desde um pequeno empreendimento de instalação de grama sintética, até grandes multinacionais.

7 dicas para motivar e engajar os colaboradores com a marca

O engajamento dos funcionários se refere à cultura organizacional como um todo, não somente o bem-estar de líderes e gestores. 

Por esse motivo, é importante pensar na gestão de pessoas e, para isso, algumas ações são determinantes para motivar os colaboradores.

Abaixo, separamos algumas dicas de como engajar toda a sua equipe e alcançar ótimos resultados para a empresa.

1 – Tenha uma liderança inspiradora

Os líderes competentes, proativos e compreensivos são imprescindíveis para o engajamento dos colaboradores. 

Afinal de contas, em um processo de conserto de motores elétricos, por exemplo, é necessário ter um responsável pela atividade, que conduza os funcionários e mostre o quanto eles são valiosos para o serviço.

Diante disso, os líderes precisam conversar regularmente com os empregados, para entender seus limites, ambições, necessidades e experiências, além de dar um feedback construtivo sobre questões que podem ser melhoradas no trabalho.

A dica é descobrir o que motiva cada uma das pessoas envolvidas na empresa e como eles definem o sucesso, para que você possa criar um ambiente gratificante e próspero. 

Sendo assim, converse regularmente com os colegas, descubra o que os motiva e como eles definem o que é sucesso.

Vale dizer que a liderança não é somente dar ordens. Os funcionários precisam olhar para seus líderes como pessoas inspiradoras, capazes de promover um sentimento de confiança.

2 – Estabeleça metas

Os colaboradores só estarão engajados, de fato, quando sentirem que estão realizando algo em prol da empresa. Ou seja, é preciso despertar sensações de pertencimento, para que as pessoas percebam se o seu trabalho faz diferença.

Diante disso, os gestores devem demonstrar constantemente que as funções de cada um dos funcionários são importantes e impactam diretamente a organização. 

Por exemplo, cada mínima etapa do procedimento de remoção industrial é fundamental para que o trabalho se complete.

Uma das formas de promover esse sentimento é definir metas, bem como incentivar o time a atingi-las, como uma espécie de desafio. Mas é preciso dar certa autonomia aos colaboradores, delegando tarefas em que seja necessário tomar decisões assertivas.

3 – Ofereça oportunidades de crescimento

Os colaboradores querem ter chances de evolução dentro da empresa, seja para conquistar uma melhor remuneração, cargos mais altos ou conquistar o crescimento profissional. 

Por isso, é recomendável que as organizações tenham um plano de carreira bem estruturado, capaz de estimular o autodesenvolvimento dos funcionários.

Por exemplo, em uma indústria de cabines primárias, é possível ter um plano de carreira para colaboradores, começando com líderes de equipes, posteriormente gestores e até mesmo chefes de departamento.

As empresas que não possuem plano de carreira não contam com funcionários tão motivados, porque é um entrave sentir que mesmo com muito esforço, não se pode sair de um mesmo lugar.

Sendo assim, converse com seus colaboradores sobre as possibilidades de crescimento na organização, considerando planos estratégicos e as limitações da empresa, sem esquecer das habilidades de cada um dos funcionários.

4 – Dê recompensas aos funcionários

Uma das principais iniciativas de engajamento é oferecer recompensas aos colaboradores. Isso faz com que os funcionários sintam que seu trabalho é valorizado e está rendendo resultados promissores a empresa.

Vale dizer que as recompensas não dizem respeito a aumento de salários somente, mas também podem ser elogios, celebrações, eventos, entre outros.

Por exemplo, uma loja de materiais elétricos pode oferecer o crédito de funcionário do mês para o colaboradores que conseguiu vender uma porta de enrolar automática em um ótimo preço, gerando boa lucratividade.

5 – Ofereça cursos de aprimoramento

O desenvolvimento profissional também é uma forma de engajar os trabalhadores. Por isso, outra atividade recorrente nas empresas e que motiva as equipes é o oferecimento de cursos, treinamentos e palestras, que podem aprimorar os conhecimentos.

Imagine uma empresa especializada na montagem de painéis acústicos, que acabou de introduzir uma nova tecnologia, que automatiza muitos processos de trabalho. 

É fundamental que os colaboradores sejam treinados para usar a ferramenta, como forma de garantir um bom trabalho, mas também se desenvolverem profissionalmente.

Uma dica é estudar a possibilidade de firmar convênios com universidades, centros educacionais e de pesquisa, além de outras formas de proporcionar cursos de aprimoramento, como pós-graduação e idiomas.

Além disso, é interessante organizar palestras com especialistas, como uma forma de “quebrar” um pouco a rotina nas empresas e, mais do que isso, incentivar o networking com profissionais de outros ramos.

6 – Faça eventos fora do ambiente de trabalho

Os eventos, como comemorações, festas, happy hour e confraternizações de final de ano, são excelentes maneiras de motivar os funcionários, além de melhorar o relacionamento entre os colegas de trabalho.

Os seres humanos são sociáveis e, portanto, precisam de um tempo para conhecerem as pessoas, tratando de diversos assuntos, que não só profissionais.

O ideal é ter um calendário de eventos, destacando as datas mais importantes e momentos propícios para o desenvolvimento de festas. 

Vale dizer que nem sempre as festas precisam ser grandiosas, por vezes, apenas uma simples comemoração já é o suficiente para agradar a sua equipe.

7 – Tenha uma comunicação aberta e transparente

Grande parte dos desentendimentos entre colaboradores ou das falhas em atividades profissionais é decorrente da falta de diálogo ou de ruídos na comunicação. 

Por esse motivo, recomenda-se que toda organização invista em canais eficientes e tenha conversas assertivas com cada um dos membros.

A comunicação deve ser clara e objetiva, porém não grosseira. Os colaboradores precisam compreender suas funções e, ao mesmo tempo, ter uma troca com gestores e líderes. Afinal de contas, um diálogo só é possível com a troca entre as partes.

Por isso, tenha canais próprios para a interação e faça reuniões frequentes com toda a equipe.

Conclusão

Já é consenso entre as empresas que a cultura organizacional é um fator quase que determinante para o sucesso dos negócios. 

Os funcionários precisam se sentir motivados e engajados no trabalho, para que realizem um melhor atendimento e, consequentemente, façam a propaganda positiva da marca para os clientes.

Sendo assim, é necessário trabalhar com ações de engajamento, para que os colaboradores realmente sejam parte integrada da empresa e contribuam para o crescimento dos negócios.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.